Il sogno di un Erasmus #4 – Cinqueterre

Agora que voltei de erasmus tenho finalmente algum tempo para recordar tudo o que aconteceu nestes últimos meses da minha vida. Ainda há tanto para escrever, se bem que nem tudo o que vivemos e refletimos pode ser demonstrado pela escrita.

P1140299

Monterosso al Mare

Um dos lugares mais bonitos que visitei em Itália foi Cinqueterre. É um conjunto de cinco vilazinhas que se situam perto de La Spezia, na região da Liguria. São estas, pela ordem que visitei: Monterosso al Mare, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore.

IMG_20171007_084812

Bilhete, mapa e horário dos comboios do Parco Nazionale di Cinqueterre

É possível visitar todas apenas num dia, se bem que a minha vontade de lá voltar é imensa. Aconselho a comprar o passe diário  de 16 euros, que permite visitar os 5 lugares, tanto de comboio, como através dos percursos pedestres, cuja vista para o mar é magnífica. Aconselho também a verificarem as notícias sobre greves nos transportes, porque normalmente quando acontecem, os transportes são gratuitos devido à falta de funcionários. No meu caso, apanhei um comboio de Pisa Centrale até La Spezia, onde se compra o passe diário.

P1140270.JPG

Monterosso al Mare

A primeira vila que visitei foi Monterosso al Mare, que se situa mesmo à beira mar com uma praia lindíssima e uma água azul esverdeada límpida que nos permite ver o fundo. Apesar de lá ter chegado bem cedo, o sol fez-se sentir, o que tornou mais agradável a visita. Foi curto o período de tempo que lá estive, pois o grupo que me acompanhou queria fazer o percurso pedestre que ligava esta vila a Vernazza.

Monterosso al Mare

Para aqueles que desejam fazer os percursos pedestres aconselho a verificarem o estado do tempo antes de saírem de casa, bem como levarem garrafas de água e calçado confortável, dependendo da dificuldade dos percursos que escolherem fazer. Outra precaução a ter em conta é verificarem se alguns dos percursos estão abertos, pois é muito comum acontecerem derrocadas nesta zona.

P1140308

P1140318

Monterosso al Mare

Se já tinha adorado Monterosso, nem imaginam o quanto adorei Vernazza! É verdade que o percurso foi um pouco difícil, mas valeu completamente o esforço, pelas paisagens que me proporcionou, bem como pelo sabor do gelado que devorei quando cheguei ao destino!

Monterosso al Mare | Vernazza

Esta vila é muito diferente de Monterosso, pois equanto a primeira se situa na linha da praia, esta formou-se ao redor de uma pequena baía, onde é possível vermos muitos barcos e turistas. A minha sugestão é visitarem a baía, onde podem aproveitar o sol e depois aventurarem-se pelas ruazinhas típicas que vos fazem subir aos poucos a colina onde a maior parte das casas se situam, bem como o castelo antigo, que proporciona uma vista panorâmica da vila. É uma das vilas mais concorridas, pelo que aconselho a terem muito cuidado com os vossos pertences. P1140340

Vernazza

Como estava cansado do percurso anterior decidi apanhar o comboio para a próxima vila: Corniglia. O único ponto fraco desta vila é que se situa um pouco longe da estação de comboio e para podermos visitar o centro é necessário subir umas escadas que o grupo apelidou de infinitas. Apesar disso, a vista que nos proporcionava para o mar era maravilhosa, visto ser a única que não se situa mesmo à beira mar, mas sim numa montanha.

Corniglia

Infelizmente não consegui encontrar o percurso que ligava esta vila a Manarola, pelo que tive também de apanhar o comboio. Foi sem dúvida a minha preferida de todas, tanto pelas ruas, como pelo mar azulão onde pude me refrescar e pelo pôr do sol mais bonito que vi em Itália.

h

Manarola

Nem consigo descrever o entusiasmo e o calor que aquele pôr do sol e aquela vila me transmitiram. É sem dúvida um lugar obrigatório a visitar quando passarem por Cinqueterre.

P1140421

Manarola

Já de noite, visitei a última das cinco: Riomaggiore. É muito maior do que as outras e situa-se entre duas montanhas. Não deu para ver muito devido à pouca iluminação das ruas mas ainda conseguimos subir a um miradouro que se situava perto de um moinho. Além disso, ainda provámos a pizza local que não era nada má.

Riomaggiore

Espero que tenham gostado deste post e que as fotos vos façam visitar este lugar que é património da Unesco, onde eu quero tanto voltar! O próximo post será, em princípio, sobre Roma.

Arrivederci!

Anúncios

Il sogno di un erasmus #3 – Siena

Duomo di Siena

Depois de ter escrito sobre Florença no último post desta rubrica, visitei Siena. O dia escolhido não foi o melhor devido à chuva desse fim de semana de outubro do ano que passou, mas mesmo assim foi possível aproveitar o património histórico, bem como os jardins desta cidade.

P1140236.JPG

Jardins da Fortezza Medicea

IMG_20171001_220639_418

Vista a partir dos jardins da Fortezza Medicea, vemos a Basilica Cateriniana di S. Domenico (à esquerda) e o Duomo di Siena (no centro) 

Como a maior parte das cidades italianas, Siena não foge à regra e é muito fácil encontrarmos capelas, igrejas e catedrais muito bonitas e cheias de detalhes. A maior parte são feitas de tijolo ou mármore, decorado com muito ouro e estatuetas de diversas figuras religiosas.

A zona central da cidade, na Piazza del Campo é muito bonita e apesar da imensidão de pessoas lá presentes é possível perceber como se realiza a famosa corrida de cavalos naquele espaço que remonta aos tempos medievais.

Piazza del Campo

P1140249.JPG

Fonte Gaia situada na Piazza del Campo, primeira fonte a representar figuras femininas sem serem santas desde a Antiguidade. Data do séc. XV e foi construída para levar água ao centro da cidade.

Aconselho a verificarem os preços dos bilhetes dos lugares na internet antes de visitarem a cidade, pois normalmente são mais baratos se os comprarem online.

O duomo di Siena datado do séc. XIII é paragem obrigatória! Composto por uma fachada imponente e elaborada com detalhes desde o ouro a pinturas e estatuetas.

IMG_20171001_142129

Duomo di Siena, a catedral central da cidade

Gostei muito da cidade e como não podia resistir acabei por comer um gelado delicioso bem perto da Basilica Cateriniana di S. Domenico. Aconselho a entrarem nesta basílica  datada do séc. XIII, pois é das poucas que são de entrada gratuita e é belíssima, principalmente os seus vitrais.

Na primeira foto: parte da fachada da Basilica e ao longe o Duomo di Siena; Na segunda e terceira fotos: fachada da Basilica Cateriniana di S. Domenico

Apesar de ter sido uma visita curta, gostaria de poder lá voltar, talvez numa próxima viagem à Itália depois do meu erasmus ter terminado.

À esquerda: Basilica Cateriniana di S. Domenico ao fundo; À direita: estruturas anti-sísmicas

Já visitaram Siena? O que acharam?

Natal e Fim de ano

O natal é sempre algo especial e este ano não deixou de o ser. Como é de costume participei nas missas do parto típicas da nossa região bem como a tradicional noite do mercado que se realiza no dia 23. Além disso não podia deixar de comer a tradicional carne de vinho e alhos, bem como o bolo do caco com manteiga de alho e as broas e o bolo ambos de mel de cana. Também provar os licores e aguardente com mel nas visitas aos presépios de cada casa.

Como o ano de 2017 chega hoje ao fim, decidi escrever este post de agradecimento aos 365 dias que passaram. Portanto vou agradecer o que tornou o meu vigésimo ano de existência especial.

Amanhecer após a missa do parto na Igreja Paroquial de Santa Cecília, em Câmara de Lobos, Madeira | Sandes de carne de vinho e alhos

  • Família

Muitas vezes acabamos por esquecer a nossa família, ela que nos apoia incondicionalmente. Quero agradecer à minha família por estar sempre presente nos bons e maus momentos. Sem vocês não seria nada!

  • Amigos

Quero agradecer as amizades que continuam ano após ano e às novas que fiz durante este ano. Obrigado por proporcionarem momentos que vou recordar com carinho e nostalgia, bem como o apoio e conforto nas adversidades.

IMG_20171223_212055.jpg

Luzes do pinheiro vistas por dentro, Funchal, Madeira

  • Trabalho

Seja na universidade ou num emprego de verão, quero agradecer por poder realizar experiências que farão melhor o meu futuro.

  • Férias

Depois de agradecer o trabalho chega a altura de agradecer as férias. Isto porque só se trabalha bem, se também se descansar o suficiente.

IMG_20171223_210718

Luzes de natal na cidade do Funchal, Madeira

  • Inspiração

Quero agradecer a inspiração que me permitiu ter textos publicados em jornais e no meu blog.

  • Fracasso

Também quero agradecer o fracasso, pois permitiu-me alcançar o sucesso apesar das adversidades.

Flores à venda no Mercado dos Lavradores, Funchal, Madeira no dia 23 (tradicional noite do mercado) | Prato típico do dia de natal na ilha da Madeira: Carne de vinho e alhos, acompanhada por arroz branco e semilha cozida (regionalismo madeirense para batata) 

  • Saúde

Por ter sido um ano em que estive minimamente bem, porque podemos ter de tudo, mas se não tivermos saúde, não temos nada.

  • Arte

Este foi um ano recheado de bons lançamentos de filmes, livros, séries, música, pelo que merece reconhecimento!! Além disso pude visitar alguns museus.

IMG_20171223_074459

Anjo na Paróquia de Santa Cecília, Câmara de Lobos, Madeira

  • Erasmus

Está a ser uma experiência fantástica que ainda não acabou e por isso também quero agradecer por ter sido possível!!

  • Dinheiro

É importante, apesar de não trazer felicidade, ajuda um pouco a tornar as nossas necessidades e desejos realidade.

Edifício iluminado em Bruxelas, Bélgica | Manarola, Itália

Agora só falta ver o fogo de artifício na cidade do Funchal e entrar com o pé direito enquanto como as 12 passas!

Votos de um feliz ano novo cheio de amor, saúde e paz. O resto vem por acréscimo!!

1º aniversário

P1150096

Faz precisamente hoje 1 ano desde que publiquei o primeiro post no blog! Já tinha tido vários blogs mas acabava sempre por desistir, pois achava não ter jeito para este tipo de formato ou que a minha escrita precisava de mais maturidade. Ao estar na faculdade dei-me de caras com blogs de amigos como Mente Irreverente, Batom e Botas da Tropa, By My Own Way, entre outros, que me levaram a criar o meu próprio blog. Além disso, tinha acabado de sair de um projeto realizado com outros colegas, The Blue Magazine (que durou um ano) e que inspirou também o meu amigo fundador do projeto a criar o seu blog, Metropolitan Boy.

Comecei por publicar alguns textos que tinha guardado no baú, mas depois estes acabaram e aí foi preciso descobrir sobre o quê que eu queria escrever. Depois de um ano ter passado é engraçado ver a minha evolução. Já vos escrevi sobre lugares que visitei, exposições, congressos, livros, séries, filmes, música e agora sobre a minha experiência de Erasmus em Itália. É incrível como este tempo que passou, além de melhorar a minha escrita, também me proporcionou diversas experiências, algumas das quais pude partilhar convosco aqui.

Espero que daqui a um ano possa comemorar mais um aniversário!! Afinal o dia 13 não dá assim tanto azar como parece!! Obrigado aos meus seguidores, pois no dia 9 de novembro cheguei ao 100! Nunca pensei sequer que seria possível chegar aos 50, quanto mais que os meus textos fossem lidos um pouco por todo o mundo desde o Brasil, passando pelos Estados Unidos e também pela Coreia do Sul. Obrigado a todos!

Captura de ecrã total 13122017 132800.bmp

Bandeiras dos países dos visitantes do blog por ordem de visualizações:

 

Favoritos do inverno

A época gelada chegou a Pisa e com esta as luzes de natal, a pista de gelo e o carrossel iluminado na Piazza Vitorio Emanuelle II.

Portanto trago-vos algumas sugestões para quando nos apetece ficar no quentinho dos lençóis a apreciar aquele delicioso chocolate quente.

21950974_1569437003121142_1869722441376347610_o

Poster da 5ª temporada de Marvel`s Agents of S.H.I.E.L.D.

A minha primeira sugestão é a 5ª temporada de Agents of S.H.I.E.L.D.. A série da Marvel estreeou a nova temporada no passado dia 1 de dezembro, depois de uma 4ª temporada com o Ghost Rider. Esta temporada promete trazer novas personagens e caras familiares na aventura do agente Phil Coulson e companhia no espaço. Já vi os primeiros episódios e estou mesmo entusiasmo para que venham os próximos. Uma novidade é que a personagem interpretada por Natalia Cordova-Buckley, Yo-Yo Rodriguez ou Slingshot passou a ser uma personagem principal. Aqui está o trailer desta temporada.

agents-of-shield-season-5-1059104

Alguns atores: Chloe Bennet, Clark Gregg, Ming-Na Wen, Iain De Caestecker, Elizabeth Henstridge, Henry Simmons e Natalia Cordova-Buckley

A próxima sugestão, ainda nas séries, é Travelers. A série está atualmente na segunda temporada e conta a história de agentes de um futuro longíquo que enviam as suas mentes para corpos de humanos que estão prestes a morrer, no passado (que é o nosso presente) com o objetivo de alterar a situação caótica que é o futuro. Aqui está o trailer desta temporada.

6324ec72ae205334a3671af7bd64c85a-travelers-season-1

Elenco da 1ª temporada: Reilly Dolman, MacKenzie Porter, Nesta Cooper, Jared Abrahamson, Eric McGormack e Patrick Gilmore

Passando das séries, a minha primeira sugestão é Spider Man: Homecoming. O filme surpreendeu-me porque não sabia como iam enquadrar a história no universo cinematográfico da Marvel. Este jovem Peter Parker para mim foi o mais realista possível, o que tornou o filme cómico e agradável de se ver. Aqui está o trailer deste filme.

pslzf509nb1z

Poster de Marvel`s Spider-Man: Homecoming com o elenco: Tom Holland, Michael Keaton, Jon Favreau, Zendaya, Marisa Tomei e Robert Downey Jr.

Outra sugestão é Atomic Blonde. Este filme foi capaz de aliar o mundo de suspense e ação bem característico dos filmes de espiões com erotismo próprio do fim da década de 80. Tendo como plano de fundo a Alemanha dividida pelo muro de Berlim é um filme cheio de plotwits perfeito para uma tarde colada ao ecrã, a beber algo quente. Aqui está o trailer deste filme.

Atomic-blonde-poster

Poster com a protagonista interpretada por Charlize Theron

Como a época natalícia já começou, um filme que aconselho para verem com toda a família é Christmas Office Party, uma comédia que gira em torno de uma festa de natal da empresa. Aqui está o trailer deste filme.

 

Posters com o elenco: T.J. Miller, Courtney B. Vance e Jennifer Aniston

Ultimamente não tenho lido livros devido a ter alguns textos da faculdade para ler, por isso as minhas leituras estão em suspenso. Desta maneiro falo-vos de um livro cuja leitura é muito fácil e que me despertou muito interesse antes de o ler devido ao seu título. Anibaleitor, de Rui Zink, foi um livro que comprei o ano passado numa feira solidária na faculdade, por apenas 1€. Fala sobre um animal que se alimenta de livros. Parece estranho mas é uma obra fantástica!!

anibaleitor

Capa do livro Anibaleitor

E como não podia deixar de ser, também vos aconselho a ouvir a minha playlist natalícia no Spotify: Natal não é só em Dezembro. (porque eu começo a cantar estas músicas em Novembro ahah)

Il sogno di un Erasmus #2 – Firenze

Ciao a tutti!!

A primeira cidade de que vos vou falar é Florença! Tive a sorte de a visitar em Setembro, num dia de sol e algum calor! A cidade é muito maior do que estava à espera e tem um ambiente muito alegre!

P1140065.JPG

Piazza dell`Unità Italiana

Depois de uma longa viagem a partir de Pisa, iniciei o percurso perto da estação de comboios em direção à Cattedrale di Santa Maria di Fiore, a mais importante da cidade e a uma das maiores da Europa.

P1140076.JPG

Cattedrale di Santa Maria di Fiore

De estilo maioritariamente gótico, foi concluída no séc. XV e consagrada pelo Papa Eugénio IV. Na maior parte das fotos que tirei era impossível conseguir captar toda a fachada, pois o edifício é enorme e difícil de fotografar devido à quantidade de pessoas presentes.

Por ter demorado a tirar algumas fotos acabei por me perder com algumas pessoas do grupo da visita guiada pela ESN Pisa, mas tudo acabou por correr bem, pois os portugueses ficam sempre unidos e acabamos por encontrar o grupo já na Ponte Vecchio. Esta ponte é mesmo fantástica, composta por três arcos medievais na base e por lojas, maioritariamente ourivesarias e joelharias. Só tive oportunidade de a ver de dia, mas gostaria de a voltar a ver de noite.

IMG_20170923_173649_690

Ponte Vecchio

P1140107

Vista de um lado da Ponte Vecchio

P1140116

Algumas lojas da Ponte Vecchio

P1140109.JPG

Rio Arno, do outro lado da Ponte Vecchio

Após ter visto a ponte, decidimos (os portugueses) visitar a Piazzale Michelangelo, que proporciona uma vista fantástica, diria quase aérea, de toda a Florença. Aí sim podemos ver a grandeza da catedral e como se destaca na paisagem.

P1140121

Vista de Florença a partir da Piazzale Michelangelo

IMG_20170923_183720.jpgAconselho muito a ficarem até ao pôr-do-sol e depois descerem para verem um pouco da cidade à noite.

P1140131Pôr-do-sol visto na Piazzale Michelangelo

IMG_20170923_192224Bolas de sabão gigantes ao descer da Piazzale Michelangelo

IMG_20170923_194647

Rio Arno e Ponte Vecchio à noite

Dicas: os gelados ao pé da catedral são caros! Podem chegar aos 7€. Se procurarem noutro local encontram mais barato. Há uma pizzaria perto da catedral que vende fatias de pizza boas e baratas. Além disso podem se sentar na esplanada, de borla (normalmente pagamos), e apreciar a beleza da catedral iluminada à noite.

Cattedrale di Santa Maria di Fiore à noite

Florença é mesmo mágica!! Escrever este post fez-me querer lá voltar!! No próximo post desta rubrica vou falar sobre algumas praias que visitei!! O que acharam de Florença? Já visitaram?

Arrivederci!!

 

Il sogno di un Erasmus

Eu tinha previsto escrever imenso em Erasmus, mas a verdade é que há tantas coisas para fazer que quando tenho tempo livre, geralmente é para passear ou dormir. Tem sido uma experiência muito intensiva e enriquecedora. Portanto, decidi reunir alguns pontos sobre o que tem sido a minha experiência em Itália, mais concretamente em Pisa, onde estou desde setembro.

P1140107.JPG

Ponte Vecchio, Florença

1 – Preços

A qualidade de vida em Itália é mais elevada, pelo que os preços em comparação com Portugal, no geral, são mais caros com algumas exceções, como uma garrafa de água de 0,5l (normalmente custa 0,50€ em Pt e aqui custa 0,25€ nas máquinas automáticas da universidade). O passe de autocarro também é mais barato (não há metro), principalmente para os estudantes universitários, pois fica a 12,50€. O peixe também é mais caro (normalmente só se encontra congelado), visto que muitas espécies que estamos habituados a cozinhar em Portugal não existem nos mares italianos. Mesmo assim é fácil encontrar bacalhau por aqui.P1140386.JPG

Manarola, Cinqueterre

2 – Gastronomia

É verdade que as pizzas, os calzones e a massa (aqui é pasta) são muito, mas MUITO BOAS, mas os italianos não variam muito para além disso! No início parece que vivemos no paraíso da gordice, mas depois cansa um pedaço. Uma ida ao supermercado demonstra os hábitos alimentares de cá: CARNE EVERYWHERE! Além disso, nos supermercados onde estive, não fatiam queijo na charcutaria, apenas fiambre e afins. Outra coisa que nunca pensei que me fizesse falta é a batata palha. Pelos vistos é uma coisa tipicamente portuguesa.

Gelado de creme de caramelo e dióspiro (Roma), Pizza Margherita de metro (Pisa) e Pappardelle al Ragu di cinghiale (Roma)

3 – Transportes e trânsito

Pelo menos nas cidades e vilas por onde já passei, os autocarros e os comboios são os meios mais utilizados. O trânsito é caótico em horas de ponta e os italianos não sabem o que é uma passadeira nem as regras de cedência de passagem. Se eu achava que os lisboetas conduziam loucamente, mudei a minha ideia ao chegar a Itália. É mais provável ser atropelado durante o dia do que ser assaltado à noite. Os autocarros são eficientes mas estão sempre cheios em hora de ponta. Por outro lado, os comboios são modernos e tem sido o meio mais utilizado para  me deslocar entre as cidades. Uma diferença positiva em relação a Portugal é o uso das bicicletas como alternativa aos outros meios de transporte.

P1140692.JPG

Piazza del Popolo, Roma

4 – Línguas e nacionalidades

Pensava que por Portugal ser uma das nações mais antigas da Europa, fosse um país mais conhecido (até mesmo por ter ganho o Euro e a Eurovisão), mas o cúmulo é quando digo que sou português e me falam em espanhol ou me dão formulários nessa língua. Felizmente (mas não devia ser), só a maior parte da geração mais velha ainda pensa que Portugal e Espanha são um só país. Os mais jovens sabem as diferenças da língua, da cultura e alguns até conhecem Amália Rodrigues e Cristiano Ronaldo. Passei a adorar essas poucas pessoas que conhecem Portugal e anda mais as que conhecem a ilha da Madeira. Em relação às línguas, os italianos só falam a sua própria língua e um pouco de espanhol (que me persegue hehe) e o inglês é raro (quando tentam). Não peçam para falar francês (é simplesmente doloroso) e muito menos português (para eles é tudo espanhol). É engraçado como temos uma vontade enorme de esganar os espanhóis, não por culpa deles, mas porque são muitos e somos constantemente confundidos com eles. É muito fácil encontrar portugueses, o nosso ouvido capta logo o som da nossa língua mãe quando alguém a fala, como se fosse uma língua quase extinta que poucos sabem falar. Comecei também a frequentar as aulas de italiano e é engraçado pessoas de nacionalidades diferentes terem a mesma sensação de se sentirem perdidas na sala e a rirem-se uns dos outros a pensar: “porquê que eu me inscrevi nisto?”.P1140612.JPG

Museu do Vaticano, Roma

5 –  Lugares a visitar

Em qualquer cidade é fácil encontrar igrejas, pontes, praças e outros monumentos todos muito bonitos. Enquanto uns são de entrada livre, outros são pagos. É necessário pesquisar um pouco sobre os sítios antes de gastar algum dinheiro e pensar quais os que realmente se quer ver. Alguns dos meus sítios preferidos incluem cafés, pontes, igrejas e até praias lindíssimas. Não me vou alongar muito neste tópico, pois pretendo explorá-lo melhor nas próximos posts.IMG_20170923_012200.jpg

Teto do Leningrad Cafè, Pisa

6 – Clima

Supostamente estamos no outono nesta altura do ano, mas parece que de manhã é inverno, durante o dia e principalmente à tarde é verão e à noite volta a ser inverno. Eu não gosto nem desgosto mas atrapalha um bocado quando sais de manga curta de manhã e apanhas uma trovoada à tarde mesmo ao pé da Torre de Pisa.IMG_20171022_233639.jpg

Torre de Pisa, Campo dei Miracoli, Pisa

7 –  Reciclagem

Outro ponto positivo em relação a Portugal é a reciclagem. No nosso país ainda não se vê muito a reciclagem do lixo orgânico, apenas a recolha do indiferenciado. Aqui vê-se muito! As cores da reciclagem mudam de região para região.

IMG_20171001_114435.jpg

Siena

Nos próximas publicações falarei sobre lugares que já visitei (já vos deixei algumas pistas neste post). Arrivederci!!